Manifesto, Artists, Works, Exhibitions, Projects, Fairs, Residency, MintFUND, NOVA Festival, Rotas Brasileiras Talks






O tradicional programa de Talks da SP–Arte, que busca levantar discussões candentes do mundo da arte, é repaginado no contexto do Rotas Brasileiras. Nesta edição especial, as mesas de conversa dão lugar a um dia de encontros às vésperas do evento, 20 de agosto, na Residência HOA, sede paulistana da galeria homônima dirigida por Igi Ayedun.
As mesas de conversa acontecem ao longo do sábado, 11h, 14h e 16h, promovendo reflexões sobre temas que orbitam a temática do evento e que, através de seus convidades, destacam o protagonismo de trajetórias artísticas já consolidadas ou ainda em ascensão.




11h No simultâneo, popular e contemporâneo
Ainda que as fronteiras entre a arte erudita e popular já estejam dissolvidas, no âmbito das relações comerciais da arte, ou mesmo institucionais, as discussões sobre essas categorizações são permeadas por tensões conceituais e visões de mundo distintas. Como pensar a circulação e a legitimação de arte brasileira produzida a partir de signos e materiais populares sem que sejam hierarquizadas? E como questões de raça e classe estão absolutamente implicadas nessas divisões?


Participantes: Aislan Pankararu + Moisés Patrício

Mediação: Ana Beatriz Almeida


14h Fotografia como estrada
Ainda que a linguagem fotográfica esteja historicamente conectada a processos de racialização e apagamentos epistemológicos, seu dispositivo foi subvertido pelas mais diversas culturas com outros propósitos estéticos e políticos. A mesa exalta a profusão de apropriações contemporâneas da fotografia ao apresentar distintas perspectivas e usos na trajetória de artistas em diferentes geografias, histórias e carreiras.


Participantes: Lázaro Roberto + Marcela Bonfim

Mediação: Thayná Trindade





16h Da maré cheia à maré mansa
Na mesa de fechamento, artistas e curadores integrantes do Preamar - projeto dedicado à arte contemporânea no Maranhão - comentam o primeiro ciclo de ações realizadas entre São Luís e Alcântara. Preamar é uma frente que reúne agentes diversos - como espaços autônomos, galeria, universidade - com o objetivo de fomentar uma cena de arte sustentável em suas próprias condições locais, mantendo intercâmbio vivo com os grandes centros.


Participantes: Silvana Mendes + Yuri Logrado

Mediação: Felipe Molitor